Skip to content

“Nunca fui santo”, diz Felipe, novo goleiro do Flamengo

30 de dezembro de 2010
tags:

“Vocês vão conhecer quem eu sou. Problemas todos têm. Por ser pessoa pública, fica maior a repercussão. Nunca fui santo e nem vou ser. Espero ser feliz no Flamengo e no fim do ano espero perguntar a vocês o que acharam da minha passagem por aqui”, disse Felipe, a maior contratação do Flamengo para a temporada 2011.

Anunciado como primeiro reforço do Flamengo para a temporada 2011, o goleiro Felipe foi oficialmente apresentado na tarde desta quarta-feira (29.12), na Gávea. Depois de passar por todos os exames médicos de praxe, o arqueiro rubro-negro assinou contrato de um ano com o clube, que terá opção de compra dos direitos do jogador no meio e no final do ano.

Ciente de que chega com uma responsabilidade grande, Felipe espera mostrar o potencial que o elevou ao patamar de um dos melhores goleiros do país, sem se preocupar com o que pensam dele fora de campo.

“Sem dúvida, é uma oportunidade a mais que estou tendo. Agora, vocês vão saber melhor realmente quem eu sou. Problema todo mundo tem. Nunca fui santo nem vou ser, mas também não sou tudo isso que falam. Se você for bem no campo, as pessoas que não gostam tem de aturar”, disse Felipe, rubro-negro desde pequeno.

“Sou carioca. Fui para Salvador pequeno, quando criança, mas sempre fui flamenguista. Tenho carinho pelo Corinthians e nunca passou pela minha cabeça defender o Flamengo. Agora, espero muito sucesso”, afirmou.

E a polêmica do pênalti não defendido por ele, quando ainda defendia o gol do Corinthians, no Brasileirão 2009, também foi levantada na coletiva de imprensa da apresentação.

“Foi o Flamengo que se ajudou em 2009. Ganhou os jogos que tinha de ganhar. Venceu o Brasileiro por conta própria e não por causa dos outros. Escolhi ficar no meio para pegar o pênalti. Não ajudei o Flamengo. Queria ajudar o Corinthians. Se eu pegasse o pênalti, o jogo terminaria 1 a 0”, explicou.

Com vontade de brigar pela vaga de titular do time profissional em 2011, Felipe espera vencer o duelo com os arqueiros que já integram o elenco rubro-negro para, enfim, vestir o manto sagrado número 1.

“Se o clube autorizar, não tem problema (vestir a camisa 1). Gostaria de usar. Grandes goleiros do Flamengo usaram essa camisa. Tive um problema no meio do ano e tive de sair. As opções eram a Série B ou a Europa. Fiz a opção de sair, mas um convite do Flamengo é difícil de recusar. Lógico que tenho um carinho muito grande pelo Corinthians, mas a partir de hoje sou flamenguista de fato”, finalizou.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: